Viagem


Dicas para seu dinheiro render na compra de moedas estrangeiras


Segundo dados da Associação Brasileira de Operadores de Turismo (Braztoa), o número de brasileiros viajando para o exterior voltou a crescer em 2017, após dois anos seguidos de queda. Para este ano, foi previsto um crescimento de 3% ao ano, que deverá se manter até 2022.

Para todo bom viajante, planejamento é essencial, sobretudo para não perder dinheiro na hora de comprar as moedas do país que irá visitar.

Para garantir que seu dinheiro renda na compra de moedas estrangeiras, confira as dicas abaixo e cuide bem de suas finanças:

1. Compre em território nacional

Comprar a moeda local antes de sair do Brasil garante maior economia, uma vez que fora do país, fazer a conversão pode sair mais caro (sobretudo em aeroportos!).

2. Compre com antecedência

Evite comprar as moedas estrangeiras próximo à viagem. Compre aos poucos, conforme sua possibilidade de gasto, e acompanhe a taxa cambial.

3. Carregue um cartão pré-pago

Junto com parte do dinheiro em espécie, o cartão pré-pago garante maior controle dos gastos e segurança, já que em caso de perda, furto ou roubo, é possível bloqueá-lo. Além disso, diferentemente do cartão de crédito, o cartão pré-pago trava a cotação da moeda no dia em que é recarregado. Ainda segundo especialistas, é mais fácil conseguir uma taxa de câmbio melhor adquirindo um cartão pré-pago em uma casa de câmbio do que no banco, uma vez que a diferença entre a taxa de câmbio comercial e a taxa de câmbio turismo é menor.

4. Evite o cartão de crédito

O cartão de crédito tem o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) muito alto e a cotação da moeda será sempre a do dia da compra. Por isso, se não estiver disposto a encarar o risco do câmbio subir até o fechamento da fatura, opte pelos meios de pagamento já apresentados aqui.