Dicas para evitar o coronavírus

Sair de casa se tornou algo não recomendado pela Organização Mundial de Saúde e as principais autoridades do tema no Brasil. Quando 2020 começou, você imaginava isso? Duvido, assim como nós também não. A pandemia da Covid-19 não é uma surpresa, já que os casos começaram na China no fim do ano passado, porém a nossa atual realidade, agora, é bem diferente do que esperávamos. Alguns atos simples como ir até um mercado comprar comida, acabaram afetados de forma bastante dramática. Por isso, vamos relembrar agora alguns cuidados básicos para todos terem. Combinado? Sim.

Comece com uma lista de itens realmente necessários, já que demorar no mercado não é aconselhável. Use a máscara fora de casa durante todo o processo da compra, não leve suas mãos ao rosto, já que você estará, o tempo todo, tocando em itens nas prateleiras e no carrinho do supermercado. Isso é suficiente? Não. Procure saber os horários que os locais estão mais vazios e mantenha espaço das pessoas, assim o risco de ser infectado pela tosse de alguém contaminado diminui, mas não pelo toque. Caso esteja com sintomas de gripe, fique em casa. Ok? Mas lembre-se que algumas pessoas estão infectadas, porém não apresentam sintomas, por isso é importante tomar cuidado.

Evite ficar vasculhando os objetos para comprar, não se toque e tente fazer higienização assim que for possível, com bastante água e sabão ou o uso de álcool em gel. Ao chegar em casa, lave as frutas e verduras, assim como os produtos em embalagens plásticas. Combinado? Sempre com água e sabão, ou álcool nas embalagens plásticas.

DICA EXTRA:

Para aqueles que gostam e continuam pedindo comida de restaurantes, o que é ótimo porque ajuda a manter estes lugares funcionando, é importante sempre, assim que entrar em casa com seu alimento, descartar todas as embalagens rapidamente, colocar o alimento em um local higienizado e lavar muito bem as mãos antes de começar a comer.

Dia Mundial da Saúde

O assunto do momento em todo o planeta é a crise do coronavírus. Esta doença, que começou a dar suas caras no fim do ano passado, já está afetando todas as partes do globo, matando dezenas de milhares de pessoas e infectando milhões. Isso mostra a seriedade da discussão sobre a saúde, assunto que poucas vezes na história esteve tanto em destaque. Neste dia sete de abril, vamos comemorar, mais uma vez, o Dia Mundial da Saúde, data criada em 1948 pela Assembleia Mundial da Saúde. O objetivo é garantir a conscientização da população em respeito a qualidade de vida e todos os fatores que afetam direta ou indiretamente a saúde das pessoas. Esta data específica foi escolhida por ser, também, a fundação da Organização Mundial da Saúde.

Algumas dicas que podemos dar é manter-se sempre alimentado com produtos saudáveis, pratique exercícios, tenha hobbies que te ajude a sair da rotina e mantenha contato, da forma que puder, com pessoas amadas e queridas. Mas como fazer tudo isso em um momento tão diferente para todos nós?

A necessidade de ficar em casa dificulta várias possibilidades, mas não decreta que sejam impossíveis. Aplicativos, por exemplo, para celular, de exercícios, ajudam a manter a saúde. Alguns aparelhos como esteiras e bicicletas ergométricas, para citar dois, também. Ansiedade e isolamento são dois problemas para serem enfrentados na situação de isolamento. Então, para começar, que tal não focar o dia todo na pandemia? Mudar o assunto ajuda, diminuindo a chance de pensamentos obsessivos.

Outra dica é garantir que você sempre durma bem. Respeite seu corpo, seu horário de sono e descanse quando puder. Tente não alterar seu relógio biológico, nada de ficar vendo televisão de madrugada. Ok? Atividades lúdicas como ler, assistir séries, filmes, entre outros, ajudam muito a relaxar. Escolha fontes confiáveis para buscar suas notícias, tente lidar com calma a situação e um dia de cada vez. Que tal? Com mais qualidade de vida vamos superar logo isso.

Com as chuvas, cuidado com a Dengue

O período de verão brasileiro é sempre comemorado pela oportunidade de férias, festas de Natal e fim de ano e vem com bastante chuva para o deleite e refresco de muitos. Entretanto, um problema recorrente sempre aparece: o aumento dos casos de Dengue, Zika e Chikungunya. Vamos, agora, relembrar alguns passos simples que podem ser tomados pela população para ajudar no combate ao maldito Aedes aegypti.

  • Tome a vacina contra a Dengue. Esta é, essencialmente, a dica mais importante que podemos dar.
  • Evite de acúmulo de água. O Aedes aegypti precisa de água limpa e parada para conseguir botar seus ovos, então jogue fora pneus velhos e outros objetos que possam acumular água das chuvas.
  • Cuidado com as plantas. Os pratos podem acumular água, então coloque areia ou lave-o regularmente.
  • Cuidado com piscinas. Este entra no mesmo caso dos vasos, então cuidado com a piscina. O mosquito se alimenta das impurezas e coloca os ovos grudados na borda, então esfregue bem e não se esqueça de colocar cloro na água para matar as larvas.
  • Uso de repelente. Esta dica também pode ajudar, caso os mosquitos tenham interesse especial em você. Veja as instruções do repelente e use-o de acordo.
  • Telas nas janelas. Este não é o processo ideal, já que muitos não gostam, mas telas contra insetos nas janelas podem ajudar a evitar que eles entrem e te piquem.
  • Limpeza geral. A última dica é sempre manter as calhas e caixas d’água limpas, sem acúmulo de sujeira. Infelizmente o mosquito não precisa de muita água para colocar seus ovos, por isso é bom evitar qualquer acúmulo descoberto.