Seguro de Vida


Como funciona o seguro que garante indenização em caso de diagnóstico de câncer ou outras doenças graves?


Em novembro, voltamos novamente nossa atenção para a prevenção do câncer. Enquanto em outubro o laço rosa nos uniu em prol da saúde das mulheres e do diagnóstico precoce do câncer de mama, em novembro é a vez de pensar no bem-estar dos homens, incentivando o exame médico para a identificação e combate do câncer de próstata. Se descoberta no início, a doença tem até 90% de chance de cura.

Um estudo da Agência para a Pesquisa do Câncer, entidade ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS), estimou que até 2040 pode haver um aumento de 78,5% dos casos de câncer no Brasil, um dos maiores saltos entre as principais economias do mundo. Isso significa que 998 mil novos diagnósticos da doença serão registrados no país no período.

A doença surge de um erro que ocorre na divisão das células do corpo (um processo natural que ocorre no organismo). Pela ação de agentes cancerígenos na divisão celular, são originadas células anormais. Essas células anormais dividem-se de forma descontrolada e dão origem a uma neoplasia, que normalmente é chamada de tumor. Quando não tratados em estágio inicial, os tumores podem se espalhar e alcançar outras áreas do corpo, originando as metástases. Todo o processo ocorre de forma bastante lenta e os sintomas só começam a surgir no estágio de progressão, quando ocorre a multiplicação descontrolada das células alteradas.

Entre os fatores que podem ocasionar essa mutação estão outras doenças; a exposição excessiva à radiação solar e a aparelhos para ressonância magnética; inflamação de órgãos; fumo; e ação de vírus no organismo, como o da hepatite B ou C ou o papiloma humano. Por isso, para evitar que a doença se desenvolva, o ideal é levar uma vida equilibrada, praticando atividades físicas regularmente e adotando uma alimentação balanceada.

Para levar sempre uma vida segura, também vale conhecer as alternativas que contribuem para o tratamento dos casos de diagnóstico de câncer. Isso porque, com o aumento da expectativa de vida, as pessoas estão vivendo mais e todo mundo está sujeito a uma doença inesperada. Entre essas alternativas estão os seguros que garantem indenização em caso de diagnóstico câncer ou outras doenças graves.

As características específicas dos produtos variam de seguradora para seguradora, mas, no geral, são seguros de vida que proporcionam uma indenização mediante diagnóstico da doença. A indenização em caso de diagnóstico de câncer equivale a 50% da indenização contratada para caso de morte. Quando o segurado recebe o diagnóstico, independentemente do nível da doença, recebe a indenização e pode usar o dinheiro para o que quiser. Pode usar, por exemplo, para complementar o tratamento coberto pelo plano de saúde, contratar enfermeira, melhorar a infraestrutura em casa ou viajar.

A contratação de um pacote de coberturas, seja desse tipo de seguro ou de qualquer outro, deve envolver um planejamento financeiro. O ideal é começar calculando todos os gastos que você já tem na vida e quanto eles custam por mês. Em seguida, calcule por quanto tempo seus dependentes precisam desse dinheiro para se manter sem você. Caso bancar uma indenização tão alta não esteja ao alcance do seu bolso, invista em um produto que pague, pelo menos, um ano de despesas. Caso possua, lembre-se de incluir na conta sua renda investida em aplicações financeiras e as dívidas que ficarão para a sua família pagar. Se achar muito difícil fazer essa conta sozinho, o corretor de seguros ou um planejador financeiro podem ajudar.

Ao ter contratado um seguro, faça uma revisão a cada cinco anos para entender se a cobertura continua adequada para a sua necessidade. O tamanho da indenização que você precisa pode aumentar ou diminuir com o tempo, conforme o que acontecer na sua vida.