Seguro de Vida


Conheça a importância do seguro de pessoas


É comum associar o seguro de pessoas ao seguro de vida. A associação não está de todo errada, uma vez que o seguro de pessoas pode oferecer uma variedade de coberturas de risco. Entre elas está a cobertura de morte, para a qual o seguro em questão denomina-se seguro de vida.

No geral, o seguro de pessoas engloba todos os seguros que cobrem danos corporais causados aos seus proprietários e protegem (financeiramente) os seus dependentes. Entre as coberturas oferecidas estão: coberturas de invalidez permanente ou temporária, de caráter total ou parcial, decorrentes de acidentes pessoais e/ou de doenças; cobertura de diárias por incapacidade temporária; cobertura de despesas médicas, hospitalares e odontológicas, em caso de acidentes pessoais; cobertura de diárias por internação hospitalar; cobertura de doenças graves; cobertura por
perda de renda; entre outras.

Além disso, outras denominações para o seguro de pessoas são: seguro funeral, muito semelhante ao seguro de vida, mas com a inclusão do reembolso das despesas com o sepultamento do segurado ou dos serviços prestados em todas as etapas do funeral; seguro prestamista, que combina as coberturas de morte e de invalidez e inclui a de perda de renda, possibilitando o acesso a um nível de concessão de crédito superior e honrando, em nome do segurado, dívidas por ele contraídas; seguro habitacional, que, além de morte e invalidez, cobre danos ao imóvel; seguro educacional, cobrindo inclusive as despesas relacionadas à educação dos educandos indicados pelo segurado; e seguro viagem, com a finalidade de garantir, durante período correspondente à viagem, o pagamento do capital segurado na hipótese de ocorrência de algum dos riscos cobertos pelo seguro.

Outra modalidade do seguro de pessoas, focada na garantia da complementação de renda na terceira idade, principalmente para aqueles que, na ausência de finanças provenientes de atividade laboral ou de outras fontes, contariam apenas com a aposentadoria concedida pelo sistema oficial público de previdência, é a cobertura por sobrevivência. Assim como ocorre para as coberturas de risco, uma vez contratada a cobertura por sobrevivência, na data programada para o início do seu recebimento, basta ao segurado comunicar o fato à operadora, mediante a apresentação dos documentos comprobatórios descritos no contrato. A companhia operadora pagará o capital
segurado contratado dentro do prazo máximo de 30 (trinta) dias.

Não importa em qual estágio da vida você está, ou em quais circunstâncias se encontra, é possível contar com um plano de seguro de pessoas que atenda às suas principais necessidades. Esse é considerado um importante mecanismo de proteção social, pois contribui, direta ou indiretamente, para minimizar dificuldades dos titulares e respectivos beneficiários em situações de adversidades.

Fonte: CNseg