Automóvel


Quando acionar o seguro de seu carro


Pode parecer simples: tenho um seguro, logo, posso utilizá-lo para reparar qualquer dano. Mas, para que ele te ajude a economizar, a dinâmica exige um pouco mais de cuidado.

A primeira coisa a entender é que existe a franquia do seguro: um valor que se paga quando a seguradora precisa arcar com os danos causados ao veículo. Esse valor pode ser alto quando acionamos o seguro sem necessidade, em caso de pequenos danos (quando o carro é arranhado, um farol quebrado etc.).

O mais recomendado é saber qual o valor de sua franquia e comparar com o preço do reparo. Em algumas situações, o conserto pode sair mais barato e as peças vêm com garantia do fabricante.

Em caso de acidentes que envolvem grandes perdas, identifique o responsável pelos custos gerados. Se você tiver sido o causador, aí sim você deve acionar a seguradora, utilizando sua cobertura para arcar com todas as despesas. A franquia, então, terá um valor menor, e o seguro exercerá sua principal função: garantir sua economia em caso de imprevistos.

Dessa forma, sempre avalie se compensa ou não acionar o seguro de seu automóvel, economizando e garantindo preços menores. Vale lembrar que, em grandes intervalos de tempo, quanto menos sinistros você registrar, maiores serão os pontos acumulados com o seguro e, consequentemente, maiores os descontos que obterá!

Uma coisa é certa: se estiver sempre atento à sua segurança e a dos outros nas ruas, você estará mais protegido contra prejuízos!