Dispositivos Móveis


Como passar longe das fake news e escolher fontes seguras de informação


Em um mundo cada vez mais digital, além de cuidar de sua segurança no ambiente virtual, é preciso ficar atento às informações disponíveis online e conseguir identificar quando uma notícia é verdadeira ou não passa de uma fake news.

Ao saber diferenciar as notícias falsas das notícias verdadeiras, você contribui não apenas com a sua segurança, como com a de outras pessoas, evitando a dispersão de conteúdos inventados, manipulados e enganosos. De acordo com pesquisas, as famosas fake news são 70% mais compartilhadas do que as verdadeiras e, ao contrário do que se pensa, a culpa não é dos ‘bots’ (robôs que se passam por pessoas), mas dos próprios humanos. A justificativa é simples: somos atraídos fortemente por novidades.

Pensando nisso e para te ajudar a não cair na armadilha das notícias duvidosas e espalhar bobagens por aí, aumentando o poder da desinformação, confira dicas de conduta frente às informações disponíveis online:

1. Desconfie de mensagens com erros de digitação ou gramaticais. Geralmente, mensagens com erros podem ser classificadas como conteúdos inventados, sem qualquer base na realidade; como conteúdos manipulados, que tiveram as informações alteradas; ou como conteúdo impostor, cópias (não autenticadas) de fontes genuínas.

2. Evite acessar links de origens que você não conhece ou mensagens que pedem para clicar em um endereço específico;

3. Avalie criticamente mensagens que pedem para que você as compartilhe com sua lista de contatos. Ficou na dúvida? Pesquise em sites em que você confia e verifique se há mais detalhes disponíveis sobre o fato antes de passar a informação adiante. Caso não encontre mais dados, corte a corrente.

4. Jamais cadastre dados pessoais em sites desconhecidos. Antes de criar login ou preencher qualquer página online, reflita sobre o possível destino para as informações que você fornece no mundo hiperconectado.

5. Antes de clicar no link de um cupom promocional, verifique se no site oficial da empresa a promoção está sendo divulgada e se a oferta é real.

Se você sente que é ‘bombardeado’ constantemente com fake news e/ou com ofertas enganosas, sinta-se no direito de bloquear um contato e reportar spams às empresas por meio do “Fale Conosco”.

O mais importante é não deixar a ‘mentira’ se espalhar por aí! Pegadinha? Só no primeiro de abril, e olhe lá!

Fonte: Estadão Expresso